Cumieira

/ 161 leituras
Onde se religam os planos mais altos, a montanha persistente no eterno círculo: onde se recorta a figura na distância que só o olhar frequenta. SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962...

Forte da casa

/ 202 leituras
Mesmo que os vigamentos resvalem nas mísulas, as recravas descolem e se abram as portas e os travamentos se abatam na deriva da curva, resiste o espaço ígneo das pedras refractárias deba...

Rio Fervença

/ 208 leituras
Estende-se em língua de chão afluente do sabor, na fieira dúctil, no murmulhar da ebulição. Estende-se no folhar das águas nas margens, no desfolhar da memória em imagens: (havia um hi...

Árvore

/ 260 leituras
Há outra raiz que emerge no ar mais fundo e se descarna no fruto, na altura certa. SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962) é natural de Sendim da Ribeira, Alfândega da Fé. Por ora vive...

Terrugem

/ 267 leituras
A respiração deita-se na sedução da pele, no respiro de óxido de terra na sudação mais íntima de cada poro. SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962) é natural de Sendim da Ribeira, Alf...

Olho Marinho

/ 349 leituras
De que nascente vem o mar à fonte e trás o sal ao olhar? SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962) é natural de Sendim da Ribeira, Alfândega da Fé. Por ora vive em Paredes. Com formação ...

Peso da Régua

/ 137 leituras
O ciclo das encostas na gravidade das margens, derrama poesias às folhas, no comprimento do rio. São paisagens em películas gravadas à tona ou a água forte nas escalas, dos sedimentos p...

Torre Vã

/ 115 leituras
Vara de colmo que a planície avista e alteia. Admite comunicação vertical interior pelos diafragmas dos soalhos. SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos (1962) é natural de Sendim da Ribeira...

Aguçadoura

/ 121 leituras
Examinemos na alternância do mar o desbaste dos sentidos na terra. A afiação. A têmpera do fio da água. Cofia-se aos metais, à lâmina amolada, o descobrimento da terra na masseira, o ...

Unhais da Serra

/ 185 leituras
Eis a montanha aos nossos pés. Por aqui os deuses nos fugiram para se alcandorarem nos céus ou caíram em si, de regresso à terra para aconchegar o bacelo na sua manta? SOBRE O AUT...

Cerejais

/ 143 leituras
Primeiro o alimento da paisagem em flor. (O ritual da terra a abrir, e a condução das abelhas de cor em cor). O fruto virá mais tarde, com a amêndoa. SOBRE O AUTOR: Óscar Possacos...

Moura Morta

/ 433 leituras
Asa de folha no desapego do ramo, na incidência da luz fria do véu que flutua, da grinalda dos nenúfares da bandeja do pranto. Guarda a mão em ruína que alcança a beleza e o silêncio par...

Penso

/ 532 leituras
Revela-se na luz e logo à cabeça, acomoda a constância da abundância: livra a noite da extracção do alimento e do cultivo no doce caminho das pedras gastas. SOBRE O AUTOR: Óscar P...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Moreira (1956)

A REGIONALIZAÇÃO não resolve as assimetrias regionais só por si. Em economias não planificadas, como o são a portuguesa e a cabo-verdiana, é natural que a economia e a produção se aproximem dos sítios onde há mais massa crítica. Não vale a pena tentar combater esta tendência porque é assim que funciona, já ao Estado compete combater a natureza desta assimetria, contri...

Rua da Estrada da ficção real

OS modelos têm muitas vezes um conteúdo ficcional. Essas ficções servem, entre outras coisas, para tornar verosímeis e possíveis essas representações do real, construindo semelhanças, relações, narrativas acerca do modo como podem ser pensados tais modelos e soluções, de como podem ser levados à prática, de como podem ser argumentados ou tornados coerentes. Para um pensamento demasiado compartimentado em classificações e formas de espacialidade, este modelo de casa com boné sobre a grande varanda começaria a dar problemas logo ao nível do chão: não contando com a rampa de acesso à garagem p...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 420 leituras
Os escaravelhos também escaram os novos?